Back
colecao_de_livros_livros_img

Coleção de livros raros: obras que valem uma fortuna

30/11/-0001


Fique a par da coleção de livros com maior valor e procura no Mundo e em Portugal

Os livros fazem parte da nossa vida desde cerca de 9 ou 10 AC, sofrendo grandes alterações na forma como são feitos, não deixam de ter o mesmo propósito de sempre: transmitir informação de geração em geração. Os livros valiosos são também mais antigos, dependendo da sua raridade, conteúdo e estado de conservação.


O que torna uma coleção de livros valiosa?


Identificar o valor de um livro não é tarefa fácil. Não basta ser antigo, é necessário que haja procura. Outras coisas importantes são a o estado de conservação, se está assinado e a edição. Nem sempre a primeira edição é a mais valiosa, por vezes uma edição limitada vale mais, ou até uma edição posterior em que foram inseridas novas ilustrações ou informações.


Alguns livros são tão valiosos que até uma única página pode valer uma fortuna. Esteja atento também a coleções: Alguns livros valem mais se estiverem inseridos numa coleção de livros completa, do que individualmente.

Se quer saber se os seus livros têm algum valor, contacte um especialista da Artbid, que o poderá ajudar a determinar o interesse e cotação das suas peças.


Quais são os livros mais valiosos?

Nesta lista pode consultar as vendas mais lucrativas de livros, assim como algumas curiosidades sobre os mesmos.


1. The Codex of Leicester: $30.802.500


O códex de Leicester é um caderno com capa de couro, de Leonardo da Vinci. É um exemplar único, com 72 páginas e 360 desenhos.

Escrito entre 1504 e 1508, contém apontamentos do génio italiano, com observações científicas de astronomia, água, ar, fósseis, luz, medicina, invenções futuristas e mais. Da Vinci escreveu-o ao contrário, com a ajuda de um espelho. 

Bill Gates comprou o caderno em 1994, por $30.802.500, cerca de 31.154.726,59€.



2. The Gutenberg Bible: 25 a 30 milhões de dólares (valor estimado)


A Bíblia de Gutenberg, também conhecida como Bíblia de Mazari, ou Bíblia de 42 linhas, é uma tradução da Bíblia em latim. Este livro marca o início da produção em massa de livros no Ocidente, tendo sindo impressa numa prensa mecânica de tipos móveis, criada pelo próprio Gutenberg.

Foram produzidas entre 158 e 180 cópias, impressas, rubricadas e iluminadas à mão, durante um período de 3 anos, terminando em 1455. Um exemplar completo tem 1282 páginas, com duas colunas e 42 linhas por página.

Foi o primeiro livro a ser vendido por mais de 1 milhão de dólares, tendo sido vendido por 2.4 milhões em 1978. Uma única página pode valer entre 50 e 150 mil dólares, dependendo da sua relevância, conteúdo e estado de conservação. Estima-se que um exemplar completo valha hoje entre 25 e 30 milhões de dólares, ou seja, entre 25.287.819,11€ e os 35.398.044,82€.

Hoje sabe-se da existência de 49 cópias, mas apenas 21 estão completas. Em Portugal temos duas: uma na Biblioteca Nacional de Portugal, em Lisboa, e outra na Biblioteca Joanina, em Coimbra.



3. St Cuthbert Gospel: £9.000.000 ($14.340.000)


O Evangelho de São Cuthberg é uma cópia em latim do Evangelho de são João. É o manuscrito mais antigo da Europa, datando do início do séc. VIII, e encontra-se intacto.

Este exemplar único foi encontrado em 1104, no túmulo do Bispo de Lindisfarne, Santo Cuthgbert, falecido em 687. Foi comprado por 9 milhões de libras, equivalente a 9.103.030,69€, em 2012, pela British Library.



4. The Gospels of Henry the Lion: £8.140.000 ($11.700.000)


O Evangelho de Henrique, O Leão, é um livro valioso com 266 páginas, contendo os 4 evangelhos. Foi manuscrito com o intuito de ser colocado no altar da Virgem Maria na Abadia de St. Blaise, uma igreja luterana, na Alemanha.

Escrito em 1188, o livro religioso é considerado uma obra-prima das iluminações romanescas do século XII. Foi vendido em leilão em 1983 e comprado pelo governo alemão, por £8.140.000, valor que ronda os 9.465.824€. 

O livro está intacto e hoje está na Biblioteca Herzog August e por motivos de segurança é apenas exposto uma vez a cada dois anos.



5. The birds of America: $11.500.000


Ilustrado pelo naturalista James Audubon, este livro nasceu do seu sonho de pintar todos os pássaros na América do Norte. O livro foi publicado entre 1827 e 1838. A obra consiste de 435 imagens pintadas à mão, em tamanho real, de 99 por 66 cm.

O naturalista financiou a sua obra viajando pelo mundo, enquanto mostrava o seu trabalho e angariava subscritores. Os subscritores recebiam 5 páginas a cada dois meses, onde constavam 3 pássaros pequenos, 1 pássaro médio e 1 pássaro grande. Cada subscritor pagava cerca de 1000$.

Audubon fez 120 cópias no total. Hoje sabe-se da existência de 107, apenas 13 das quais estão completas.



Coleção de Livros valiosos em Portugal


1. Os Lusiadas


“Os Lusíadas”, de Luís Vaz de Camões, é das mais importantes coleções de livros portuguesas. Publicado no séc. XVI, consiste numa epopeia com 10 cantos, glorificando os feitos do nosso povo através dos descobrimentos.

A primeira edição foi impressa em 1572, em Lisboa, com 34 apenas exemplares. Em 1904 foi vendido um destes livros por 170 mil réis, o equivalente a 0,85€, mas hoje vale mais de 350.000€. 



2. Mensagem


“Mensagem” é o mais conhecido livro do poeta Fernando Pessoa, e também o único livro em português que publicou em vida.

Composto por 44 poemas, e publicado em 1934, ganhou nesse ano o Prémio “Antero de Quental”.

A primeira edição deste livro foi vendida em 2013 por 5500€.



Outros livros valiosos com muita procura em Portugal são livros antigos com gravuras, com temática dos Descobrimentos ou outros momentos da história de Portugal, livros quinhentistas que abordam temas científicos. Mas também livros modernos de autores portugueses como Fernando Pessoa, Almada Negreiros, Mário de Sá Carneiro e Mário Cesariny.

Também a primeira edição de “Frei Luís de Sousa” de Almeida Garrett e a primeira edição dos sonetos de Antero de Quental seriam valiosíssimas se fossem vendidas, porque praticamente não se sabe da existência de exemplares destas duas obras.

O “Livro de Horas” e a “Viagem de D. Filipe II a Portugal” são também dois livros avaliados em até 3.000€ e 2.600€, respetivamente.

Colecionar livros é não só um prazer como um investimento. Estes colecionadores aliam o seu gosto pela leitura com a vantagem de valorizar a sua coleção. Há que saber o que procurar, porque alguns livros antigos valem menos que o papel que os compõe, enquanto outros atingem valores inimagináveis, valorizando a cada ano.

Quer procure começar a sua coleção de livros ou vendê-la, a Artbid terá todo o prazer em ajudá-lo. Os nossos especialistas estão à sua disposição para o ajudar a determinar o valor dos livros que tem, e os nossos leilões temáticos de livros são um ótimo lugar para encontrar as obras que vão complementar ou iniciar a sua coleção. Redescubra o amor pela leitura com a sua coleção de livros de eleição!